Linha 4

Publicidade

Deputado Tercilio Turini cobra do IPHAN liberação da obra de duplicação da PR-445

Agência Estadual de Notícias

Foto:Dálie Felberg/Alep

O deputado estadual Tercilio Turini cobrou hoje uma posição urgente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) para liberação da duplicação da PR-445, entre Lerroville e Mauá da Serra. "Estamos completando seis meses da ordem de serviço, ocorrida em 16 de dezembro, e corremos o risco até de ter problemas com a licitação pela demora no início da obra. O Governo do Estado contratou o estudo técnico sobre possíveis sítios arqueológicos, atendendo a exigência, mas é inaceitável que o IPHAN continue travando um empreendimento de R$ 150 milhões. Por que não libera a execução de trechos onde não existe vestígio histórico?", questiona.

Se nos próximos dias não houver uma solução para o impasse, Turini vai propor na Assembleia Legislativa a convocação de dirigentes do IPHAN para explicarem o que está acontecendo. "Londrina e região já demonstram indignação. São décadas lutando pela duplicação da PR-445, um trabalho de convencimento dos representantes políticos e da sociedade organizada conseguiu garantir a obra. Foi mais de um ano para fazer os projetos, depois mais quatro ou cinco meses para licitar e, na hora de dar o início, o IPHAN apresenta o questionamento. Enquanto isso, continuam morrendo pessoas na rodovia e o desenvolvimento regional fica comprometido", ressalta o deputado.

Tercilio Turini alerta que, se o impasse persistir, a duplicação do segundo trecho pode voltar à estaca zero. "A comunidade não vai aceitar, se isso acontecer certamente haverá muitas manifestações de lideranças e moradores da área urbana e distritos de Londrina, Tamarana e outros municípios da região metropolitana. Será uma frustração muito grande, a obra é fundamental para a segurança nos deslocamentos a Curitiba, litoral e Porto de Paranaguá, além de abrir novas áreas de expansão econômica", salienta o deputado.

"Não sou contra a conservação de patrimônio histórico, mas defendo a preservação da vida da população", declarou o deputado em pronunciamento na Assembleia.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.