Linha 4

Publicidade

Desaceleração da pandemia: Londrina tem só duas unidades exclusivas Covid-19

Redação Tarobá News

Londrina chegou a ter nove unidades respiratórias durante a pandemia. Diante do recuo da doença, sete delas deixaram de ser exclusivamente para essa finalidade. Apenas duas continuam atendendo os casos suspeitos de Covid-19.

A unidade básica do Maria Cecília funciona de segunda a sex, das 7h às 19h. E a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Sabará que funciona 24 horas.

A UPA do Sabará, referência em casos de covid, chegou a receber 600 pessoas em um dia. Agora são 150. De 2 a 3% delas testam positivo para Covid-19.

Com a redução do número de casos, a Secretaria Municipal de Saúde pretende retirar na próxima semana a tenda na UPA. O local funcionava como um espaço de triagem dos casos suspeitos de covid-19. Depois da remoção da estrutura, o atendimento será feito diretamente na recepção da unidade.

Em Londrina, as taxas de positividade são semelhantes ao que ocorre na UPA Sabará: De 2 a 3% testam positivo para Covid-19.

O município chegou a ter 300 leitos ativos específicos para Covid. Agora são 221. 121 de enfermaria e 100 de UTI.

Apesar da desaceleração da pandemia, a secretaria está acompanhando o surgimento da variante Ômicron e no momento aguarda as orientações do Ministério da Saúde.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.